Aumente a produção de leite com o chá de algodoeiro

Você deseja conhecer como o chá de algodoeiro pode te proporcionar diversos benefícios além de aumentar a lactação (produção de leite)? Então, continue lendo a este artigo que preparei para você!

Utilizado de maneira ampla na medicina natural, o algodoeiro é uma planta da família Malvaceae, conhecido pelo nome científico (Gossypium herbaceum).

Presumi-se que esta planta tenha se originado na Ásia, embora hajam registros de muito tempo atrás, 500 a.C., que falam sobre seu cultivo já em países como China, Índia e Egito.

Já no Brasil, o algodoeiro foi trazido para terras tupiniquins por volta do século XVIII. É composto por um tipo de arbusto que possui ramificações, folhas longas e que dá origem à frutos solitários e de coloração amarela.

Nas regiões subtropicais, hoje pode-se constatar em média cerca de 40 espécies diferenciadas do algodoeiro.

Nos EUA as cascas de suas raízes já foram bastante utilizadas como indutoras de trabalho de parto ou agindo como forma eficaz de estancar o sangue pós-parto.

Na China, suas sementes já foram utilizadas como anticoncepcionais masculinos, pelo fato das mesmas serem relacionadas à infertilidade.

Quando falamos em medicina natural, podemos mencionar seu chá, que é bastante indicado para casos clínicos diversos, especialmente para a substituição do leite materno, quando em falta, podendo assim, a partir do segundo ou terceiro dia se observar a produção do leite materno em maior quantidade.

Quimicamente falando é composta por furfurol, serotonina, óleos essenciais, resina, tanino, fenóis, ácidos orgânicos, vitamina E e fitosteróis.

O algodoeiro, além de funcionar como remédio, também surge como responsável para a fabricação do algodão. Quer conhecer mais sobre esta planta?

Logo abaixo separei informações importantes sobre o algodoeiro tais como: 20 indicações, propriedades, benefícios, contraindicações, cultivo e tintura. Continue lendo este artigo e aprenda muito mais sobre o algodoeiro!

Conheça as 20 indicações:

  1. Catarro,
  2. Desinteiras,
  3. Diarreia,
  4. Dismenorreia,
  5. Distúrbios do climatério,
  6. Dores musculares,
  7. Estancar hemorragias,
  8. Ferida,
  9. Furúnculo,
  10. Hemorragia,
  11. Inchaço,
  12. Infecções renais,
  13. Inflamação,
  14. Menorragia,
  15. Metrorragia,
  16. Lactação,
  17. Queimadura,
  18. Restaurar o fluxo menstrual,
  19. Síndrome pré-menstrual e
  20. Trabalho de parto.

Propriedades:

Entre as substâncias importantes para o organismo contidas no algodoeiro estão sitosterol, capaz de reduzir os níveis de colesterol, atividade estrogênica fraca e até mesmo o tamanho da próstata em casos de hiperplasia.

Também ácido cítrico com efeito anticoagulante leve; gossipol, sendo um poderoso antifúngico, além de reduzir a quantidade de espermatozoides produzidos pelo homem.

Ainda encontram-se no algodoeiro substâncias como taninos, ácido orgânico, serotonina, resina, óleos essenciais, fitosteróis e vitamina E.

Benefícios:

  • Aumento de produção de leite materno,
  • Diminuição de hemorragias uterinas,
  • Diminuição da espermatogênese,
  • Melhora dos níveis de colesterol,
  • Diminuição do tamanho da próstata,
  • Casos de infecção renal, reumatismo ou diarreia,
  • Diminuição de menstruação abundante.

Cultivo:

Plantio: Multiplicação por sementes, para plantio direto ou para produção de mudas.

Cultivo: Plantio em terrenos áridos, de fertilidade mediana, neutros, com espaçamento de 1,0 m por 2 m.

Colheita: Colhe-se a casca da raiz para uso no mesmo dia.

Os caroços quando maduros ou frutos ainda verdes para combater piolhos e outros ectoparasitas com o sumo destes. Seque as sementes ao ar livre sobre sacos de pano, após retirar as fibras esbranquiçadas.

Como aumentar a produção de leite?

Com a tintura de algodoeiro, você tem um excelente remédio caseiro para aumentar a produção de leite materno, pois é um extrato da planta medicinal Gossypium Herbaceum, conhecida popularmente por aumentar a produção de leite.

Ela pode ser encontrada em farmácias de manipulação ou homeopatia e não é preciso receita médica para comprá-la.

Ingredientes:

  • 20 gotas da tintura de algodoeiro
  • Água

Modo de uso:

Diluir as 20 gotas da tintura de algodoeiro em um pouquinho de água e beber 3 vezes ao dia, preferencialmente fora do horário das refeições para aumentar a produção de leite. As tinturas podem ser compradas em lojas de produtos naturais ou podem ser preparadas em casa de forma caseira.

Contraindicações:

  • Não ministrar o chá de algodoeiro em casos de mulheres que desejam engravidar devido à presença de carapsina nos princípios ativos do algodoeiro. A ingestão desse líquido faz com que o óvulo não implante corretamente no útero.
  • Em alguns casos raros e isolados o efeito do chá de algodoeiro não surte o efeito esperado, aumentando o
    fluxo menstrual ao invés de diminui-lo. Caso isto aconteça, o uso do chá deve ser interrompido e um
    médico deve ser consultado.
  • Em caso de usar esse chá para produção de leite, verificar se o bebê tem algum tipo de alergia para que a mamãe não passe para ele através da amamentação.

ATENÇÃO!!

Se você deseja receber as informações complementares sobre Chá de algodoeiro como modo de preparo, o que é, como se deve utilizar é só acessar www.curapeloschas.com.br.

Não gaste dinheiro com consultas e medicamentos que só irá aumentar seus problemas, lá você encontrará um vídeo que explica sobre o programa Cura pelos Chás, além de 150 chás, com mais de 60 doenças que irão mudar sua vida completamente.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *